Francesco Ricci

Rosa Luxemburgo não expressava uma concepção de partido diferente do

O stalinismo impôs à reconstrução histórica a ideia de uma Luxemburgo como portadora de uma concepção diferente de partido (espontaneísta, anticentralista). Isso era funcional para apresentar o bolchevismo como uma completa inovação (de Lenin… e Stalin). Foi o Comitê Executivo da Internacional stalinizada, em março de 1935, que cunhou o termo “luxemburguismo”. A mesma interpretação […]Leia mais

David Riazanov: o maior divulgador de Marx e Engels

Quando lemos um livro de Marx, devemos sempre lembrar que, na maioria dos casos, é um livro concebido e elaborado em conjunto com Engels ou concluído por Engels depois da morte de Marx. Este é um fato bem conhecido. Menos conhecido é o fato de que uma parte substancial das obras de Marx e Engels […]Leia mais

Democracia sem centralismo não tem nada a ver com o

A história do movimento operário revolucionário desde os dias da Iª Internacional é uma crônica ininterrupta de tentativas de grupos e tendências pequeno-burguesas, de todo tipo, de realizar ataques furiosos contra os “métodos organizativos” dos marxistas, para recompensar a si mesmos por suas debilidades teóricas e políticas. Sob o rótulo dos métodos organizativos eles incluem […]Leia mais