Gustavo Machado

Editor do blog Teoria e Revolução.

Existem mercadorias imateriais?

No meio do caminho tinha a mercadoria. Leonardo Gomes de Deus Colocando o problema Nos dias de hoje e nas elaborações mais recentes, em particular naquelas da academia, esqueceu-se até mesmo o que é uma mercadoria. Muito se fala das mercadorias imateriais. Assim, por exemplo, um professor seria produtor de uma mercadoria imaterial chamada “aula”, […]Leia mais

Marchar Separado, Golpear Juntos: De Marx à Trotsky

“Os epígonos atuais, ou seja, os muitos maus discípulos de Lenin, adoram cobrir suas lacunas em todos os aspectos com citações que, muitas vezes, não são em absoluto apropriadas. Para um marxista, não é a citação, senão o método correto o que permite resolver o problema. Mas com a ajuda de um método correto não […]Leia mais

O jovem Trotsky: entre menchevismo e bolchevismo

O pensamento e, sobretudo, as posições políticas de Leon Trotsky no período que antecede a Revolução Russa foram, desde muito cedo, objeto de grandes debates e polêmicas. E isto não se deu sem motivo. Gozando de grande prestígio pela sua atuação na revolução de 1917 e na direção do Exército Vermelho, Trotsky foi o alvo […]Leia mais

Modernidade e pós-modernismo: continuidade ou ruptura?

Nos últimos tempos se tem feito muito alarde em torno do termo pós-moderno. As interpretações vão desde aqueles pensadores que veem no mundo após a segunda grande guerra, ou pelo menos desde o maio francês, uma nova forma de organização social, um novo período histórico, comumente designado de sociedade pós-industrial ou de pós-modernidade, até àqueles […]Leia mais

O mito do capitalismo como “sociedade de consumo”

Popularizou-se no século XX a ideia do capitalismo como uma “sociedade de consumo”. Esta concepção, completamente ausente em Marx, apesar de comumente atribuída à ele, mostrou ter longo alcance, estando presente nas elaborações de uma grande gama de autores que vai deste os pais fundadores da Escola de Frankfurt, Adorno e Horkheimer, passando por Hanna […]Leia mais

Indicações sobre as origens teóricas e históricas do pós-modernismo

No curso do século XX e, em particular, nestas últimas décadas, emergiram uma série de correntes de pensamento pretensamente originais, em sua maior parte denominadas pós- ou neo- alguma coisa. Este quadro torna obscuro a compreensão e correta caracterização das atuais vertentes do pensamento contemporâneo. Pensamos que é infrutífero o método que procura classificar os […]Leia mais

Trotsky e a burocratização da URSS: o significado da revolução

O escritor espanhol Jorge Semprún ao prefaciar o interessante livro de Fernando Claudin, A Crise do Movimento Comunista, destaca:  “é impossível se pensar a reconstrução teórica, a análise interna do itinerário da Internacional Comunista e do Estado russo, no período staliniano, sem recorrer aos aportes e às elaborações de Trotsky” (CLAUDIN, p.12). Apesar de reconhecer […]Leia mais