Jean Menezes

Amor e realidade: Idealismo no tempo presente

O tempo presente nos apresenta uma série de considerações sobre o que é o amor. Na maioria das vezes são considerações apaixonadas, recheadas de idealismo romântico, e que não nos fazem nenhum mal a princípio. Entretanto, com o desenvolver desta manifestação do amor, o sujeito pode passar a demonstrar a maior e mais forte negação […]Leia mais

A crise acentuada do capital: algumas considerações a partir de

Logo de cara, sobre este assunto, gostaria de indicar o material publicado pela Editora Sundermann: “Marx, sobre as crises econômicas do capitalismo”, na época (2009), organizado por Daniel Romero. Trata-se de um livro muito interessante para quem deseja ir a fonte: o próprio Marx. Este livro nos trás textos de Engels e Marx sobre as […]Leia mais

“Eu te avisei!”: O moralismo de cada dia não ajuda

É preciso combater com toda força os defensores da ditadura militar, os torturadores e seus defensores. Qualquer manifestação fascista deve ser atacada diretamente, mas para fazermos isso temos que entender, ou ainda, analisar e caracterizar o nosso tempo presente. Se errarmos na compreensão teórica, ou mesmo, se a desprezarmos, nossa atuação será equivocada e o […]Leia mais

Algumas palavras sobre Marx

Julgamos importante apresentar ao nosso leitor um breve percurso de um dos maiores revolucionários da história. Não faremos aqui um esboço biográfico (uma ótima biografia já foi escrita por Lênin), tampouco uma nota de “AllesGute zum Geburtstag” [feliz aniversário]. Este ano de 2018 marca o que vem se chamando de Marx 200, mas o que […]Leia mais

O socialismo é uma utopia?

Quantas vezes escutamos e respondemos esta pergunta… no meu caso, acredito que já foram milhares. Quase sempre paciente, respondemos, respondemos… e continuaremos a responder. Só que desta vez resolvi escrever. Como sempre, meu caro leitor, é preciso limpar o terreno: o que é utopia? A palavra utopia vem sendo empregada para designar um lugar (um […]Leia mais

É preciso reafirmar a esquerda revolucionária

É necessário iniciar limpando o terreno. Por esquerda revolucionária entendemos aquelas organizações e seus militantes que lutam pelo socialismo, que defendem a revolução, o fim da propriedade privada e do assalariamento, que não aceitam o “mal menor”, e que não capitulam ao neoreformismo e a conciliação de classes. Por academicista, os intelectuais que acreditam que […]Leia mais