Tags : Marx

Existem contradições e ambiguidades no Capítulo 1 de O capital?

Obs: O presente texto é a primeira parte de um artigo polêmico de Fred Moseley com outros estudiosos de O Capital de Marx, em particular, Riccardo Bellofiore, Geert Reuten, Christopher J. Arthur e Nicky Taylor. No presente texto, Moseley se refere à artigos apresentados por esses autores em congresso realizado na cidade de Omaha. Agradecemos […]Leia mais

A questão dos limites do capitalismo

Introdução François Chesnais escreveu recentemente um artigo para responder à questão – sem dúvida importante nos tempos atuais – de saber se “o capitalismo encontrou [agora] limites intransponíveis”2. Como mostra a transcrição abaixo de um dos primeiros parágrafos desse artigo, ele pretendeu ir (um pouco) além de Marx na investigação dos limites do capitalismo. Ora, […]Leia mais

A Revolução Russa é a negação de ‘O Capital’ de

Em 2017, completou-se cem anos da Revolução Russa e, nesse mesmo ano, completou-se 150 anos da publicação da primeira edição de O Capital de Marx. É uma ironia histórica que a Revolução Russa tenha se dado meio século após a publicação da obra máxima de Marx. Apesar da coincidência nas datas, esses dois episódios estão […]Leia mais

Estética e arte em Marx: o inverso do boicote stalinista

Por mais que exista um questionamento sobre a relevância do debate sobre arte e estética sob a ótica marxista, existe uma leitura sobre sua produção que não se restringe à relação do fazer artístico com o desenvolvimento das forças produtivas – apesar da conexão ser essencial para o entendimento. Antes mesmo da ontologia in statu […]Leia mais

O lugar dos “serviços” em O Capital de Marx

Nos dias de hoje, uma enorme quantidade de material é publicado sobre o papel dos serviços na sociedade capitalista. O motivo é evidente. No curso do século XX, essas atividades denominadas serviços, atividades não produtoras de mercadoria, passaram a ocupar um espaço quantitativamente muito expressivo em todo e qualquer país. Em todos os cantos prepondera […]Leia mais

Existem mercadorias imateriais?

No meio do caminho tinha a mercadoria. Leonardo Gomes de Deus Colocando o problema Nos dias de hoje e nas elaborações mais recentes, em particular naquelas da academia, esqueceu-se até mesmo o que é uma mercadoria. Muito se fala das mercadorias imateriais. Assim, por exemplo, um professor seria produtor de uma mercadoria imaterial chamada “aula”, […]Leia mais

Karl Marx e o complexo da política: em busca da

“A exigência de abandonar as ilusões sobre sua condição é a exigência de abandonar uma condição que necessita de ilusões.”1 2 Karl Marx. A reflexão política marxiana: a crítica da política; a revolução social. A produção teórica, de Karl Marx, possui um direcionamento inicial, que se reafirma em suas concepções essenciais a cada desenvolvimento. Permite dizer […]Leia mais

Marx e a crítica da autonomia da consciência

“Contudo, os processos que ocorrem na consciência das massas não são nem autônomos nem independentes. Independente da ira dos idealistas e ecléticos, a consciência é, todavia, determinada pelas circunstâncias. Nas condições históricas que formaram a Rússia, sua economia, suas classes, seu Estado, na ação de outros estados sobre ela, devemos ser capazes de encontrar as […]Leia mais

slotbar -

süperbetin

-
betgaranti
- escort mersin - www.mersindugun.com